13 de jun de 2010

Oco

Falseou umas palavras,
uns olhares,
uns sorrisos.
Trocou uns beijos,
uns apertos,
uns afagos.

Entediou-se.
Inventou uma desculpa,
foi embora
e levou seus vazios.

2 comentários:

  1. olá Bia adorei seus textos em especial o poema Oco tbm escrevo poesia qualquer dia desses te mando uma vc escreve com verdadeira maestria continue assim parabéns beijos.

    ResponderExcluir