13 de jun de 2010

...

Eu procuro o desconforto
E qualquer incômodo que me faça viver
Afinal…
Mais prazer não há que esta arritmia em meu coração:
Meu excesso
Minha inquietude sentimental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário