27 de out de 2010

Preciosidade

É preciso dureza sim. É preciso dureza pra sobreviver, pra manter inteiro, pra resistir. Porque quem não se faz rígido corre o risco de se rasgar na agonia de viver ou de se estilhaçar ao ouvir o próprio grito.
Não falo de uma dureza amarga, nem séria... Porque senão vem a solidão e vem o desgosto e vem o sorriso apagado. É necessário que se endureça de forma doce, mas como um diamante - indestrutível e valioso e belo -. Mas que se permita o choro, porque não é fraqueza, nem covardia. O choro traz à tona a dor que a gente nega. E a dor dá forma ao diamante que era bruto.Os fragmentos; os cortes; os pedaços perdidos: são os golpes que esculpem a alma.

2 comentários: